Analfabetismo Científico ou Negação?

by

Perdoem-me os amigos e alunos fumantes, mas vou voltar a falar sobre o cigarro. No post: Tragédia silenciosa, de 05 de fevereiro desse ano, abordei o fato de que tragédias de grandes proporções sempre chamam mais atenção do clamor popular do que “mortes silenciosas” como a causada pelo cigarro ou pelos acidentes de trânsito (vejam o post antigo em: https://12dimensao.wordpress.com/2011/02/05/tragedia-silenciosa-mortes-por-causa-do-cigarro-no-brasil-equivalem-a-uma-tragedia-como-a-causada-pelas-chuvas-no-rio-de-janeiro-a-cada-dois-dias/)

A manchete abaixo, do site do Estadão de ontem, me fez escrever esse novo post:

“Para 83% dos que fumam, câncer é lenda”

Não vou “falar” muita coisa, prefiro que vocês leiam a matéria que está no link abaixo. Quero apenas que vocês comentem se acham que esse dado estatístico é fruto de uma desinformação científica ou se seria um efeito psicológico chamado de negação, onde a pessoa prefere negar (ainda que de forma inconsciente) um determinado problema.

A matéria do estadão menciona que de acordo com o com o Instituto Nacional de Câncer (Inca), 90% dos casos da doença estão relacionados ao fumo. Será que mesmo assim um número tão grande de pessoas ainda acha que isso é lenda?

http://www.estadao.com.br/noticias/vidae,para-83-dos-que-fumam-cancer-e-lenda,783459,0.htm

 

 

 

acesso em 10 de outubro de 2011: as 12:05

Anúncios

Tags: ,

13 Respostas to “Analfabetismo Científico ou Negação?”

  1. Marineide Says:

    Sem dúvida um efeito psicológico chamado negação, é bem mas fácil negar ou falar que faltar informação sobre os efeitos causado pelo cigarro. Nós seres humanos nos Comovemos quando a tragédia é de grande proporção como a causada no Rio como mencionaste no post Tragédia Silenciosa , e o cigarro mata muito só que são mortes dispersas, acredito que por isso ainda não tenha uma atenção maior da População. Abraços, excelente post, precisamos de mais Jacó .

  2. Felipe Melo da Luz Says:

    Acabo achando que deveriam passar essas informações pelas novelas, uma vez que quem fuma para mim é burro e tem preguiça de ler e quem assiste novela também, então seria um meio de alcançar esse publico com tanta déficit de bom senso e inteligência, acho que consegui ver graça num tema tão triste, mais fazer oq né?

    • blogs oswald Says:

      OI felipe, pois é, dificil mesmo esse tema, mas não acho que só todas as pessoas que fumam são burras. Entrar em um vício, é fácil, há vários caminhos para isso, companhia, exigencia de grupo, bombardeiodas propagandas, curiosidade, etc… Sair dele já é algo muito mais dificil. Normalmente associamos vicio a drogas proibidas, mas podemos nos viciar em várias coisas, jogos de futebol, açucar, bebidas alcoolicas, enfim… Entendo que o cigarro é sim um mecanismo de prazer, e além disso possui substâncias que causam dependência química, além da psicológica. A saída individual (optar por parar de fumar) não é a solução desse problema de saúde pública. Durante muito tempo o cigarro foi incentivado de forma cultural, e de certa maneira ainda é. Precisamos cuidar disso, não adianta baixar e uma lei e pronto. É preciso educar. abraço
      jacó

  3. Victor R Silva Says:

    Eu acho que seria interessante se eles especificassem melhor o número de pessoas que se referem aos 83%. Ao menos pra mim não ficou claro, nem o número de mortes pelo cancêr em questão da pesquisa feita pelo Ipsos nem o número de entrevistados parecem refletir de forma convincente que 83% de todos os fumantes no Brasil “desconhecem” que correm alto risco de ter cancêr se fumarem… Sempre fui bem cético em relação às essas estatísticas.

    De resto, respondendo sua vontade, eu acho que se esses casos de “desinformação” forem em locais onde a persistência da imprensa e outras pressões contra o cigarro forem corriqueiras (como em vários pontos de São Paulo) eu diria que é uma negação nem que seja inconsciente.

    Enfim, até a próxima Jacó!

    • blogs oswald Says:

      é victor vc faz bem em desconfiar das pesquisas e principalmente da analise que se faz delas. Não conheço esse instituto, mas como estava publicado no estadão, achei legal publicar. A questão interessante é a reação das pessoas. É como o susto que a gente leva quando bate o carro, ou quando ele é furtado. Apesar de ouvirmos o tempo inteiro que a cada X segundos um carro é furtado ou roubado, ficamos espantados quando acontece com a gente. Acredito que deve ser essa reação que acabou sendo interpretada como o “desconhecimento” do mal que o cigarro faz. mas devo confessar também que conheço gente bem esclarecida que não acredita que o cigarro por si só faça mal. Mas confesso que é minoria. abraço
      jacó

  4. luiz carlos pauli Says:

    Risos…e muitos risos mesmo………..Albert Einstein,o homem mais inteligente do mundo, era fumante. Oscar Niemeyer, 104 é fumante………..em 1970 éramos 90. milhoes…..hoje somos 200 milhoes….. DA onde o cigarro mata??? Meu vizinho Mário, tem 66 anos, fuma 3 carteiras por dia, desde muito jovem, nunca foi em hospital. Tem algo muito errado aí…essa história de que cigarro causa cancer, já foi desmentida por médicos paulistas. Pesquisem…..ora bolas, raciocinem………..cigarro mata tanto ,quando um chiclete. Só nao ve quem não quer. Ou afinal, porque, nao divulgam os numeros de mortes oficiais por tabaco??? Ahahaha..não fumo, mas não caio em golpes não. Eu estudei, sabiam,??

    • blogs oswald Says:

      Luiz Carlos,
      primeiro: não sei como é possível medir quem é o homem mais inteligente do mundo, Einstein realmente foi muito inteligente, agora se ele fumava, isso não aparece em nenhuma biografia séria, mas mesmo que fumasse, até meados do século XX, não tinhamos informações a respeito dos males do cigarro.
      segundo: você não deve ter entendido o artigo: fumar não é sinônimo de morte, não é possível estabelecer uma dose fatal ou afirmar que alguem vá morrer porque está fumando. O que já foi exaustivamente demonstrado é que há uma relação direta entre fumo e diversas doenças, entre elas diversos tipos de câncer. Fumar aumenta e muito a probabilidade de alguem vir a desenvolver essas doenças. Mas isso é estatística, e é obvio que algumas pessoas vão escapar dessa estatística, como Niemeyer, e seu vizinho Mário. Mas te pergunto, faça uma pesquisa em seu bairro, aposto que muitas pessoas fumantes desenvolveram algum tipo de doença grave relacionada ao cigarro.
      terceiro: onde está essa pesquisa dos medicos paulistas? que medicos são esses? que desmentido é esse?
      quarto: a divulgação do número de mortes oficiais RELACIONADAS ao tabaco são divulgadas periodicamente na OMS Organização Mundial da Saúde, e por vários orgãos oficiais de vários países.
      quinto? de que golpe você está falando?

      • luiz carlos pauli Says:

        Oswald…processo nr. 583.00.1995.523167-5. Leia. é público, da justiça paulista. Após longa pericia, a medicina, não encontrou causa e relação do cancer com o ato de fumar. De posse desse laudo, a justiça, negou uma ação bilionária contra as fumageiras. Veja só….são os próprios médicos em pericia….(não é estudo) é pericia mesmo. Afinal, porque tantos médicos fumam?? Se não me engano, 17 % dos médicos no Brasil são fumantes……na China, são 80% dos médicos que fumam.

        Quanto ao processo acima…..não houve, contestação nenhuma do Conselho Federal de Medicina. Creio que está na hora dum basta, nessa história de cigarro.

        Portanto, como até médicos comprovam…acho que alguem falta com seriedade. Além do mais, são 7 bilhoes no planeta. Alguem é tão inocente, achando que vão terminar os fumantes?? O cigarro, é um produto lícito – gera bilhoes em empregos e impostos. e pelo acima, os médicos liberam o cigarro. Além do mais, o cigarro não entorpece ninguem, ao contrário do alcool. O ser humano, não quer apenas trabalhar.. O ser humano, quer seu vicio gostoso. Todos tem. E se outros se mete, a dizer o que é certo ou errado, então, esses, são seres iluminados, puros, que já chegaram a perfeição e querem ensinar o seu semelhante.

      • blogs oswald Says:

        Conheço esse processo e como vc mesmo disse não se trata de um estudo científico, mas de um processo judicial. Juiza não faz pesquisa nem nunca fará. Os médicos peritos a que vc se refere só podem afirmar que não há como vincular uma relação causa efeito direta para um numero grande de pessoas. Apenas pode-se levantar dados estatísticos e por isso a juiza decidiu pela inocencia das empresas tabagistas (estou descartando outras possibilidades como corrupção, evidentemente). Esse processo não comprova absolutamente nada, médicos clinicos não são cientistas, tratam do efeito e não da causa. Acho impressionante que alguem se baseie nesse processo contra inumeros estudos de vários países diferentes e de vários orgãos diferentes. o fato da população mundial estar aumentando é simplesmente um comportamento esperado para qualquer população, cujo numero de nascimento é maior que o numero de obtos. Crescimento exponencial. A tendencia é continuar crescendo até a chamada capacidade de suporte. Não é possível estabelecer uma relação direta de morte e cigarro, mas alem das mortes indiretas existem a diminuição da qualidade de vida dos fumantes, como efisema pulmonar, gangrena em membros, e diversas outras doenças.
        Sim as empresas de tabaco geram emprego, assim como as empresas de armas, que é o segmento que mais movimenta dinheiro no mundo. Geram empregos e impostos e geram também inumeros gastos com tratamento publico, e por esse motivo a justiça norte americana deu GANHO DE CAUSA para processos contra as empresas tabagistas e essas pagaram bilhões em acordo com o governo norte americano, se você acha que decisão judicial comprova alguma coisa então tem algo de errado, qual justiça está certa?
        Não sou contra as empresas tabagistas. não acho que o cigarro deve ser proibido. Cada um é dono do seu pulmão e da sua vida. O problema é que as pessoas devem ser informadas sobre os produtos que estão consumindo. A maioria das pessoas que fumam começaram a fumar ainda crianças, no século XX era em torno dos 15 anos a média, agora no século XXI está em torno dos 12 anos. Portanto a população precisa saber que aquilo não é algo inócuo, que só vai gerar prazer. Como adultos somos responsáveis por todas crianças e menores de idade, pois vivemos em sociedade, com direitos mas também com deveres. Sonegar informação, nesse caso é crime.
        Jacó Izidro

  5. Luiz Carlos Pauli Says:

    Oswald….meu amigoa…então leia o livro Risco e cultura do cientista Aaron Wildavsky e Mary Douglas(antropóloga) que comprovam que, os maleficios do cigarro, são um tremendo exagero. Oswald….médicos, cientistas, antropólogos, estão todo errados?? Ministério da Saúde, Datasus(que recolhe dados de internação hospitalar) e CNM-confederação Nacional dos Municipios, comprova que, vaõ a óbito, somente em torno de 900 fumantes anualmente a óbito. E note tem…botem ter morrido até por velhice. De 2006 a 2010, foram a óbito 4625 fumantes. Basta ver….Danielli Winits, atriz, fumou até durante a gravidez, autorizada pelo médico…..evidente que a criança nasceu saudável. Isso é mito, os males do cigarro… Próprio Ministério da Saúde, não aguenta mais essa gente anti tabagista, tenho informação segura disso..

    • blogs oswald Says:

      Luiz, se vc tem “informações seguras” sobre isso tudo deveria ir a imprensa e denunciar esse complô mundial que você alega existir. A propósito, meu nome é Jacó e não Oswald. blogs do oswald é o nome do site onde meu blog está hospedado.

      • luiz carlos pauli Says:

        Caro Jacó….evidente….já passei ao Ministério da Saúde(que aliás, não regulou, nem vai regulamentar a lei anti fumo). Veja na reportagem de O Estado de São Paulo, de hj. O ronco, mata muito mais que o cigarro. Já enviei o video, que inclusive, está no youtube, sob o titulo “cigarro, é esse vilão mesmo?” onde estão 100 questões. O video, não tem som, o que conta, são as 90 considerações abaixo do video. O mesmo, já foi enviado para Casa Civil – CNJ-AGU-deputados, que fizeram leis anti fumo-Anvisa-redação de todos os jornais, etc.etc. Portanto, ninguem pode dizer daqui a 10 ou 15 anos, que ninguem lutou pela verdade, e pela liberdade individual do nosso semelhante, decidir se quer fumar ou não. Hitler, era assim. Começou assim. Era anti tabagista, e a primeira coisa que fez, foi mexer nas individualidades. Quero deixar claro, que já tive debates com médicos, e ninguem, ousou dizer o contrário. Ora, é fácill..é so ver que fumantes, morrem com 80-90-100 anos. Então, é impossivel, continuar falando só do cigarro. Leia e video. Ali, consta todas as matérias.. abraços..

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s


%d blogueiros gostam disto: