Archive for the ‘física moderna’ Category

Em busca do Espaço – Aula para os nonos anos –

maio 25, 2010

Hoje entrei mais uma vez nas salas dos nonos anos, não para mais uma palestra, mas para uma aula de física.

O objetivo era mostrar aos futuros alunos do ensino médio, como é uma aula de física do segundo ano do ensino médio.

O tema escolhido foi energia mecânica (que é o mesmo tema abordado no segundo ano atualmente). Para fazer uma ligação com a palestra dada por mim no começo do ano (modelo do big bang) coloquei o seguinte problema a ser resolvido:

Como vencer a gravidade terrestre para alcançarmos a Lua?

Dentro disso foi desenvolvido o conceito de velocidade de escape (velocidade necessária para que um corpo entre em órbita). Para deduzir a fórmula, ainda que aproximada, dessa velocidade foram usadas as equações de energia potencial gravitacional e energia cinética. Com uma abordagem simples e passagens matemáticas detalhadas, foi possível deduzir a fórmula usando-se apenas os conceitos do ensino fundamental.

Com a fórmula pronta calculamos qual seria a velocidade de escape para o planeta Terra, para a Lua e para o Sol, usando para isso os dados astronômicos conhecidos.

Segui-se então um pequeno histórico sobre a chegada do homem à Lua e a importância da tecnologia dos satélites.

Como a velocidade de escape depende do raio e da massa do planeta, foi discutido o conceito de buraco negro: um astro que possui muita massa em um raio muito pequeno.

A aula foi finalizada discutindo-se a importância da conquista do espaço, e de como olhar a Terra de fora foi um marco importante para aumentar a consciência global, sobre a  necessidade de preservação do nosso planeta, nossa única morada.

Como da outra vez a participação dos alunos foi muito boa, com perguntas variadas e inteligentes.

Espero poder rever em breve esses rostinhos curiosos no dia a dia, como meus alunos no ensino médio, e que nesses dois anos que virão, eles não percam o interesse por temas tão instigantes.

O link abaixo permite baixar os slides da aula.

 Em busca do espaço

Unesp cria jogo que aborda conceitos de física de partículas

maio 12, 2010

No biscoito fino (ciclo de palestras do colégio Oswald)  de abril, Marcelo Tas mencionou, ao se referir ao ensino nos dias de hoje, que “Um professor do século 20 ensina física do século 19 para um estudante do século 21″. Essa mesma afirmação foi repetida pelo professor do Instituto de Física Teórica (IFT) da Unesp Sérgio Ferraz Novaes, coordenador do Sprace  Game.

Sprace Game é o nome de um jogo de computador projetado para ensinar conceitos de física de partículas para estudantes do ensino médio e para o público leigo em geral. Com isso espera-se poder ensinar física do século 21 para alunos do século 21, diminuindo um pouco a grande defasagem dos currículos escolares que trazem ainda o modelo atômico sendo formado apenas por elétrons, nêutrons e prótons.

Não é uma idéia nova, na verdade a biologia já tinha saído na frente com o impressionante: Immune Attack, disponível para download gratuito desde 2008 no Brasil:

Nesse jogo batalhas entre o sistema imunológico e bactérias invasoras são o tema. As imagens são fantásticas, e o jogador precisa conhecer um pouco sobre imunologia, assim poderá aprender se divertindo.

A versão brasileira não possui um visual tão bacana quanto o jogo biológico, mas a filosofia é a mesma, aprender se divertindo. Nesse caso conceitos de física de partícula serão apresentados através do conhecimento de partículas subatômicas. Nomes estranhos como: léptons (elétron, múon, tau e seus três respectivos neutrinos), partículas responsáveis pelas interações forte, fraca e eletromagnética (glúon, W, Z e fóton) e os seis quarks (up, down, strange, charm, bottom, top). Além disso, conceitos importantes como, o decaimento de algumas partículas instáveis, fazem parte do jogo.

Não se trata de um jogo meramente educativo do tipo perguntas e respostas, mas de um verdadeiro jogo de ação e aventura. Pilotando uma nave que foi miniaturizada até o tamanho das partículas subatômicas, o jogador deve coletar partículas usando canhões laser, campos de força e outros artefatos. Unindo as partículas fundamentais chamadas quarks, ele pode produzir um nêutron ou um próton. A idéia é conseguir, a partir dos hadrons (protôns e nêutrons), produzir moléculas fundamentais para a colonização de um planeta, como o oxigênio e a água.

As informações sobre o jogo e o comunicado à imprensa podem ser encontrados no site:

http://www.sprace.org.br/SPRACE/files/pdf/pressrelease-portuguese.pdf

O jogo pode ser obtido diretamente do site:

http://www.sprace.org.br/SPRACE/sprace-game

Uma demonstração do jogo pode ser vista no youtube:

Já baixei o jogo, mas ainda não tive tempo de jogar. Alias, tenho por princípio não instalar jogos no computador, porque fica difícil cumprir outras tarefas no tempo necessário, porém abri essa exceção, pois segundo os criadores do jogo, ele foi criado com objetivos educativos e os autores procuraram fidelidade aos conceitos científicos sem que ficasse algo chato.

Agora é esperar as férias pra me divertir aprendendo um pouco mais de física e biologia.