Archive for the ‘Livros de ciência e tecnologia’ Category

Médico brasileiro está prestes a realizar um grande sonho: Devolver a um paraplégico a sensação de caminhar novamente.

maio 17, 2014

 

O médico brasileiro Miguel Nicolelis, chefe do programa: “Walk again” (andar de novo), divulgou ontem (16 de maio de 2014) um vídeo onde mostra um paciente paraplégico dando os primeiros passos utilizando um exoesqueleto.

O exoesqueleto é um equipamento desenvolvido a partir de uma colaboração internacional entre a Universidade de Duke, nos Estados Unidos, O Instituto de Tecnologia de Lausanne, na Suiça, o Instituto Internacional de Neurociências de Natal Edmond e Lily Safra (IINN-ELS), além da Universidade da Califórnia, Davis e a Universidade de Kentucky, também nos Estados Unidos.1.

O programa Andar de Novo pretende que o pontapé inicial da abertura da copa do mundo seja dado por um paraplégico utilizando este exoesqueleto. Dessa forma Nicolelis pretende chamar a atenção de todo o mundo e conseguir mais recursos para seu ambicioso projeto.

Aliás a ambição de Nicolelis vai longe, apesar de trabalhar a muito tempo nos EUA, conseguiu recursos financeiros e políticos para criar, juntamente com Sidarta Ribeiro e Claudio Mello, o Instituto Internacional de Neurociências de Natal, na capital do Rio Grande do Norte. Esse instituto foi criado com a intenção de trazer de volta para o país cientistas renomados e incentivar as pesquisas de ponta em nosso país, na área da neurologia e fisiologia.

Mas qual a grande diferença entre o exoesqueleto que está sendo desenvolvido pelo projeto e uma cadeira de rodas motorizada?

O exoesqueleto do projeto é movido por ondas cerebrais enviadas pelo paciente e lido por uma espécie de touca, que capta e interpreta esses sinais, enviando então ao aparelho os comandos para o movimento. A touca tenta restabelecer a conexão entre o cérebro e os músculos que foi perdida por algum trauma, mas quem produz o movimento é a máquina. O objetivo final desse estudo é poder restabelecer essa conexão perdida e dispensar o exoesqueleto, mas enquanto isso ele pode fazer com que o tetraplégico possa caminhar novamente.

O programa de Nicolelis já havia conseguido diversos progressos com animais (ratos e macacos), mas somente agora ele divulga os testes com humanos.

Se você não tinha motivos para torcer nessa copa, espero que essa notícia tenha lhe dado um motivo para torcer por esse brasileiro e seu grupo.

Veja o vídeo

Para saber mais:

 

IINN- ELS – Site official: http://www.natalneuro.org.br/

1 – Portal G1 – http://g1.globo.com/ciencia-e-saude/noticia/2014/05/video-publicado-por-nicolelis-mostra-paciente-andando-com-exoesqueleto.html – acesso em 17/05/2014

Porta Terra – http://noticias.terra.com.br/ciencia/pesquisa/paciente-volta-a-andar-com-exoesqueleto-de-nicolelis,773cb10b64706410VgnVCM3000009af154d0RCRD.html – acesso em 17/05/2014

Nicolelis, Miguel – Muito além do nosso eu – A nova neurociência que une cérebro e máquinas – e como ela pode mudar nossas vidas .  Cia das Letras

 

Anúncios

O matemático e o padeiro

dezembro 24, 2013

pi-pie1

Estou lendo um livro que recomendo fortemente: O andar do bêbado de Leonard Mlodinow – Editora Zahar, O subtítulo já dá uma boa explicação do que é tratado no livro: Como o acaso determina nossas vidas.

Mlodinow discorre em 232 páginas sobre probabilidade e estatística e como nosso desconhecimento nessas áreas faz com que tomemos decisões equivocadas, inclusive pessoas que julgamos serem especialistas, como médicos e advogados e acabam nos orientando de forma errada, ao fazerem uma leitura equivocada de um exame ou de uma pesquisa.

O interessante no livro é que o autor conta diversos casos e vai mesclando o desenvolvimento histórico da probabilidade e da estatística, com pitadas de explicação do conceito matemático envolvido. Confesso que não simpatizei muito com o estilo do autor, às vezes acho que ele poderia explicar de forma menos confusa, mas pode ser implicância minha.

Uma coisa boa do autor é que ele consegue ser cômico em muitos momentos, o que deixa a leitura bem leve e que pode atrair aos que fogem do assunto: MATEMÁTICA.

Logo no primeiro parágrafo do prólogo o autor nos conta:

Alguns anos atrás, um homem ganhou na loteria nacional espanhola com um bilhete que terminava em 48. Orgulhoso por seu “feito”, ele revelou a teoria que o levou à fortuna. “Sonhei com o número 7 por 7 noites consecutivas”, disse, “e 7 vezes 7 é 48”. Quem tiver melhor domínio da tabuada talvez ache graça no erro, mas todos nós criamos um olhar próprio sobre o mundo e o empregamos para filtrar e processar nossas percepções, extraindo significados do oceano de dados que nos inunda diariamente. E cometemos erros que, ainda que menos óbvios, são tão significativos quanto esse.1

O título do post faz referência ao famoso físico e matemático francês Jules-Henri Poincaré precursor, junto com Lorentz da Teoria da Relatividade de Albert Einstein. Segundo o livro de Mlodinov, Poincaré empregou uma analise estatística para mostrar que o padeiro onde ele comprava pão estava enganando seus clientes. Ao “pesar” seus pães, percebeu que eles tinham em média 950 g e não 1000 g, como o que era vendido. Após reclamar com a polícia passou a receber pães maiores. No entanto Poincaré continuou a medir a massa dos pães e constatou que a média não flutuava para cima e para baixo de 1000 g, todos os pães estavam sempre acima de 1000 g, o que contraria a lei da distribuição normal da estatística. Conclusão: o padeiro não tinha parado de enganar seus clientes, ele continuava assando pães com uma massa menor, apenas destinava os mais pesados a Poincaré. Após uma nova queixa à polícia o problema foi resolvido.

Escolhi contar justamente essa história por um simples motivo. É muito comum que eu encontre alunos na fila do cinema ou em algum parque. Normalmente a primeira pergunta do encontro é: “Professor! O que está fazendo aqui?”, como se nós professores não fizéssemos outra coisa a não ser dar aula e corrigir provas (será mesmo que eles estão enganados?). Outra situação é aquela quando, entre amigos, um deles se vira e diz: “Então calcula aí a velocidade do vento e determina qual a força etc…e tal…”. Físico é um “bicho estranho” então ele deve estar condenado a passar o resto de sua vida fazendo cálculos e imerso em equações.

Esse caso de Poincaré mostra que essa visão do físico não está tão distante da realidade não é mesmo?

1 – MLODINOW, LEONARD –  O andar do bêbado: Como o acaso determina nossas vidas  – Tradução: Diego Alfaro; consultoria Samuel Jurkiewicz – Rio de Janeiro: Zahar, 2009. Página: 7

Os Cinquenta livros que mais gostei na área de ciência e tecnologia

junho 13, 2010

Seguem algumas sugestões de leitura na área de ciência e tecnologia. A maioria é não ficção, mas indico também alguns de ficção ou romance que gostei bastante dentro dessa área. Coloquei um tema geral sobre os principais assuntos do livro. Em seguida temos o título, autor e editora. Pretendo ir atualizando a lista à medida que for lembrando de outros livros que li. Obs: Os que estão em vermelho são os que considero que não podemos morrer sem ter lido.

Tema: A importância da ciência, o perigo do analfabetismo científico, Discussão sobre pseudociência.

O Mundo Assombrado pelos demônios – A ciência vista como uma vela no escuro. (Carl Sagan, Cia das Letras)

Desvendando o arco-íris – (Richard Dawkins – Cia das letras)

Obs.: Este livro do Sagan é quase obrigatório para todos aqueles que trabalham com ciências ou com o ensino de ciências. Além de ser extremamente claro faz uma defesa apaixonada da ciência. São vários artigos independentes, que podem ser lidos fora da ordem. Pretendo em breve fazer um post sobre Carl Sagan, mas se quiser conhecer um pouco mais sobre seu legado procure no youtube (ou na locadora) a série cosmos, apresentada por ele. Apenas uma pequena demonstração nesse vídeo de 3,57 minutos:

Tema: Charlatanismo e erros na ciência

A impostura científica em 10 lições (Michel de Pracontal, Unesp) – Os cientistas também erram, as vezes sem querer, as vezes por conveniência. Discute vários casos famosos ou não. Se não dispõe de muito tempo, leia pelo menos o caso da disputa da descoberta do vírus da Aids. Uma briga pela patente foi responsável por milhares de contaminações que poderiam ter sido evitadas.

Tema: Divulgação de conhecimentos científicos e concepções de ciência.

Viagens no tempo e o cachimbo do vovô Joe (Alan Lightman, Cia das Letras).

As coisas são assim, um pequeno repertório científico das coisas que nos cercam (John Brokman e Katinka Matson, Cia das Letras). Este é um pequeno livro muito agradável de ler, que traz ensaios curtos e super didáticos sobre teoria da relatividade, teoria da evolução, cérebro e mente, matemática. Escrito por grandes nomes da ciência como: Stephen Jay Gould, Lee Smolin, LynnMargulis, Richard Dawkins e outros. Cada ensaio não tem mais de 4 páginas.

Tema: história da ciência, evolucionismo e conhecimentos científicos em geral.

A dança do universo – Dos mitos de criação ao big bang ( Marcelo Gleiser – Cia das letras) – traz um relato muito interessante sobre a vida de vários cientistas, ressaltando principalmente o lado humano.

O sorriso do Flamingo (Stephen Jay Gould – Matins Fontes) – No mesmo nível de Carl Sagan como divulgador de ciência e ainda paleontólogo, biólogo evolucionista e historiador da ciência, Jay Gould traz uma escrita fluente e riquíssima. Possui diversos livros maravilhosos. Este é uma coletânea de ensaios.

O gene egoísta (Richard Dawkins – Cia das letras) – O Neodarwinismo descrito de forma clara e surpreendente.

A Tripla Hélice – GeneOrganismo – Ambiente ( Richard C. LewontinEdições 70)
de forma extremamente didática Lewontin vai questionar profundamente o determinismo genético (defendido ferrenhamente por Dawkins). Difícil é tomar uma posição depois de ler esses dois.

Grandes debates da ciência (Hal Hellman, Unesp)  – Para aqueles que ainda acham que existe “a visão da ciência” como se sempre houvesse um consenso, este livro traz debates históricos sempre entre dois cientistas eminentes com visões opostas.

– Uma breve história do infinito – Dos paradoxos de Zenão ao universo quântico (Richard Morris – Jorge Zahar)

– A Ciência Através dos Tempos ( Attico Chassot – Moderna) – é um pouco curto demais, mas por outro lado rápido de ler.

– Além do bem e do mal  (Friedrich Nietzsche – Cia das Letras) – Apesar de ser um livro de filosofia, Nietzsche faz uma crítica aguda da ciência e tecnologia da época.

– Retalhos Cósmicos (Marcelo Gleiser – Cia das letras) – Uma coletânea de sua coluna do caderno mais da folha de São Paulo.

Tema: O poder e a beleza da quantificação (matemática) conservação ambiental, aborto, religião

Bilhões e bilhões reflexões e morte na virada do milênio ( Carl Sagan – Cia das Letras)

Tio Tungstênio – Memórias de uma infância química (Oliver Sacks – Cia das Letras)

Tema: Formação da vida, uma ligação interessante entre biologia, física e química.

O quinto milagre Em busca da origem da vida ( Paul Davies – Cia da letras)

– Entre o cristal e a fumaça – Ensaio sobre a organização do ser vivo ( Henri Atlan – Jorge Zahar).

Tema: Física moderna: Relatividade, Física quântica, espaço tempo, origem e fim do universo, bombas nucleares e energia atômica.

O tecido do cosmoO espaço, o tempo e a textura da realidade (Brian Greene – cia das letras)

O universo elegante – (Brian Greene – Cia das letras)

Obs: Em minha opinião esses dois são os melhores livros sobre a teoria da relatividade que já li. Brian Greene consegue a façanha de simplificar usando analogias muito criativas e engraçadas, mas sempre tomando o cuidado de mostrar as falhas que o excesso de simplificação traz.

O incrível mundo da física moderna – George Gamow – Ibrasa (fora de catálogo, mas possível de encontrar na livraria do instituto de física, ou em sebos). Este é outro especialista em conseguir simplificar de forma didática e engraçada, mas com um bom rigor científico. Gamow foi um dos físicos que criaram o modelo do Big Bang.

ABC da relatividade ( Bertrand Russell – Jorge Zahar) O grande filósofo e matemático Bertrand Russel divulgando ciência, um clássico.

O futuro do espaço-tempo ( Stephen Hawking; kip S. Thorne; Igor Novikov; Timothy Ferris; Alan Lightman; Richard Price – Cia das Letras). Seis artigos muito interessantes, cada um escrito por um dos pesquisadores acima. Finalmente li algo interessante do Hawking, minha dica para os não iniciados em física é: fujam do Stephen Hawking e de seus Best Sellers: “Uma breve história sobre o tempo” e “O universo em uma casca de noz” não são livros para leigos. Em minha opinião ele não consegue explicar um conceito físico de forma clara e vários conceitos são simplismente introduzidos sem explicação alguma.

Conversas sobre o invisível – Especulações sobre o universo ( Jean Audouze – Michel Casse e Jean Claude Carrière  editora brasiliense). – Um bate papo sobre física moderna (relatividade, quântica e nuclear) entre dois físicos e um roteirista dos filmes de Luis Buñel (Jean Claude Carrièrre) escrito na forma de diálogos mesmo.

O enigma do tempo ( Paul Davies – Ediouro)

A face oculta da natureza – O novo mundo da física quântica – (Anton Zeilinger – Globo Editora) – Um livro fantástico e atual sobre quântica, escrito por um pesquisador importante desta ciência intrigante.

A evolução da física – (Albert Einstein e Leopold Infild- Jorge Zahar) – Que tal aprender relatividade com quem criou a teoria? Claro que não se trata do artigo original da teoria da relatividade, mas de um livro de divulgação científica que explica não só relatividade mas outras áreas importantes da física.

– Física em seis lições (Richard P. Feynman – Ediouro) – Outro livro escrito por um grande físico (o mais famoso dos EUA), é uma versão resumida de uma coleção bem maior.

– Física e filosofia (Werner Heisenberg – Editora: UNB) – Ler teorias descritas pelos próprios autores é outra história.

SCHRÖDINGER & HEISENBERG   A física além do senso comum – (Antônio F.R. de Toledo Piza – Odysseus ) A história de dois jovens pesquisadores que criaram o formalismo matemático da mais incompreensível teoria física de todos os tempos, a física quântica. De forma completamente independente, e usando cada um, seu próprio formalismo matemático, chegaram quase ao mesmo tempo, em duas teorias perfeitamente equivalentes.

Conceitos de física quântica vol 1 – ( Osvaldo Pessoa Junior – editora livraria da física) Um livro mais rico em detalhes sobre os experimentos quânticos e que discute os conceitos apresentando diferentes interpretações, porém não é um livro propriamente para leigos, exige um certo conhecimento inicial.

O Tao da física – (Fritjof Capra – Cultrix) – Um paralelo entre a física moderna e a filosofia oriental, feito bem antes de “Quem somos nós?” e “ o segredo” deturparem completamente essas idéias. Trata-se de um bom livro de divulgação da quântica e totalmente despretensioso, traçando paralelos bem interessantes entre as visões científicas e filosóficas e até religiosas do oriente.

Espaço-tempo e além (Bob Toben Fred Alan Wolf – Cultrix) – Esse livro é muito maluco e exagerado, mas no final dele há uma explicação detalhada sobre conceitos quânticos de forma precisa.

O que é a teoria da relatividade ( L. Landau e Y. Rumer – Hemus) – Escrito pelo maior físico teórico da Rússia e premio Nobel de física. Landau ficou famoso por sua coleção completa sobre física adotada por várias universidades no mundo todo. Esse é um livro popularização da relatividade, escrita para um público leigo.

O estranho caso do gato da Sra. Hudson – E outros mistérios da ciência resolvidos por Sherlock Holmes ( Colin Bruce – gradiva) – Usando como personagem o famoso detetive criado por Conan Doyle, Colin Bruce procura explicar fenômenos da física moderna.

Tema: Cérebro, mente, neurologia

Como a mente funciona – Steven Pinker (Cia das letras) – Uma livro enorme, não só no tamanho mas também no conteúdo, discute o funcionamento do cérebro humano comparando-o com o funcionamento de um computador.

Os dragões do éden (Carl Sagan – Gradiva) – Discute a evolução do cérebro humano e põe por terra mitos como dizer que o ser humano usa menos de 10% da capacidade cerebral.

O erro de Descartes ( Antônio Damásio – Cia das letras) – O neurologista discute doenças neurológicas e a importância dos sentimentos na cognição.

O homem que confundiu sua mulher com um chapéu – Oliver Sacks – O também neurologista Oliver Sacks possui vários Best Sellers, neste discorre por vários casos curiosos de doenças neurológicas.

Tema: Tecnologia futura

Infinito em todas direções (Freeman Dyson – Cia das Letras)

– Mundos Imaginados (Freeman Dyson – Cia das Letras)

O terceiro Planeta (Arthur C. Clarke – Humus) O escritor do conto que se transformou no  famoso filme “2001 uma odisséia no espaço”, dirigido e escrito conjuntamente por Stanley Kubrick, faz previsões futuristas para o ano 2000, em meados da década de sessenta. Muito interessante verificar  se Clarke conseguiu prever com exatidão alguma coisa que para nós é presente hoje e quais previsões não se concretizaram.

Tema: Ficção científica, romances, contos

– O jardim dos caminhos que se bifurcam

Ficções

– Aleph

( Jorge Luis Borges ) Na verdade são três livros. Cada um deles é um livro de contos e cada titulo é o titulo de um conto do mesmo nome, dependendo da editora os contos podem se repetir. Quem gosta de contos fantásticos e paradoxos, relações com o tempo e o espaço não pode deixar de ler Borges, nem Cortázar.

Todos os fogos o fogo ( Julio Cortázar) – Assim como Borges, é imperdível.

Contato ( Carl Sagan  – Cia das Letras) – Um romance cheio de ciência e discussões sobre ceticismo e fé.

Os robôs

– O homem bicentenário

– Fim da eternidade

(Isaac Asimov) três livros, cada um melhor que o outro. Os dois primeiros a respeito de robótica e o último uma ficção incrível sobre como seria viajar no tempo e a teoria do caos.

– Sonhos de Einstein (Alan Ligthman – Cia das Letras) – O físico e poeta Alan Ligthman escreve de forma poética vários universos possíveis imaginados por Eisntein em sonhos.

Bom por enquanto é isso, a medida que for lembrando de outros importantes livros da área que mereçam um destaque criarei um novo post “os 60 mais”, “os 70 mais….”